ao.haerentanimo.net
Novas receitas

Molho Especial Shake Shack

Molho Especial Shake Shack


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Agora, hambúrgueres caseiros também podem ser especiais

Mike Coppola / Getty Images Entertainment via Getty Images

Se você é fã do molho do Shake Shack (e quem não é?), Experimente esta receita em casa para replicar os sabores da rede.

Ingredientes

  • 1/2 xícara de maionese
  • 1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto
  • 1 colher de sopa de mostarda amarela
  • 4 colheres de sopa de picles de endro picados
  • 1/2 colher de chá de colorau
  • Sal e pimenta a gosto

Instruções

Em um processador de alimentos com lâmina afiada, combine todos os ingredientes e processe até ficar homogêneo.

Tempere com sal e pimenta a gosto.

Fatos Nutricionais

Porções 4

Calorias por dose 205

Equivalente de folato (total) 1µgN / A


Receita de hambúrguer Shake Shack (molho secreto de dar água na boca)

Esta receita de hambúrguer de shake shack é a combinação perfeita de carne moída, queijo americano, molho especial e tudo o mais que você deseja em um cheeseburger suculento e de dar água na boca.

Receita de Molho de Hambúrguer Shake Shack

No cerne de todo grande hambúrguer está um ótimo molho & # 8211, então vamos & # 8217s começar por aí! Aqui estão os ingredientes de que você precisa:

  • 1/2 Taça de Mayo
  • 1 colher de sopa de ketchup
  • 1 colher de sopa de mostarda amarela
  • 4 fatias Kosher Dill Pickle
  • 1/4 colher de chá de alho em pó
  • 1/4 colher de chá de páprica
  • Pitada de pimenta caiena

Coloque-os em um processador de alimentos até obter a consistência certa.

Rissóis de carne shake shack

Em seguida, o Patty. O Shake Shack mantém a simplicidade com ingredientes frescos. Sua mistura é um segredo comercial. Você pode imitá-lo bem de perto usando os seguintes cortes de carne bovina.

Divida a carne moída em porções de um quarto de libra e bata em cada uma delas com um pouco de sal kosher e pimenta-do-reino. É hora de ir para a grelha!

Grelhando seus hambúrgueres

Ligue sua grelha superior plana e espalhe um pouco de óleo vegetal sobre ela.

Coloque 250 gramas de carne por cima e deixe grelhar por 40 segundos. Em seguida, pegue uma espátula resistente e resistente e use-a para achatar a carne em um hambúrguer. Bata nesse lado com outra camada de sal e pimenta.

Ao virar o hambúrguer, use uma espátula afiada para colocá-lo por baixo para que não se desfaça. Depois de virar, coloque uma fatia de queijo americano por cima.

Montando Seu Shake Shack Burger

Faça um brinde rápido aos pães, antes de colocar tudo junto. Espalhe um pouco de molho no pão de cima, seguido por um pouco de alface e fatias de tomate.

Coloque o hambúrguer com queijo derretido no pãozinho de baixo. Em seguida, reúna as duas metades e voila! Seu próprio hambúrguer Shake Shack!


Como fazer o ShackSauce do Shake Shack em casa

É colossalmente difícil administrar um restaurante lucrativo, muito menos construir uma marca bem-sucedida o suficiente para abrir um segundo, um terceiro, um vigésimo local. O que quer dizer que, se você tem o objetivo de se tornar o próximo Ray Kroc ou Dave Thomas, as chances não estão a seu favor. Isso torna o sucesso do Shake Shack, que começou como um quiosque no Madison Square Park de Nova York em 2004 e agora tem mais de 100 locais em todo o mundo, muito mais impressionante de compreender.

No fundo, o Shake Shack serve hambúrgueres, batatas fritas, cachorros-quentes e milkshakes. Mas sua combinação de origem de ingredientes de qualidade para jantares finos (seu hambúrguer de carne é uma mistura patenteada do famoso açougueiro Pat LaFrieda), o apoio financeiro do restaurateur Danny Meyer de Nova York e os visuais geradores de burburinho de filas de almoço absurdamente longas ajudaram a lançar o marca para a estratosfera.

Em seu novo livro, Shake Shack: receitas e histórias de amplificadores O CEO do Shake Shack, Randy Garutti, e o diretor de culinária Mark Rosati compartilham sua história do shack-to-império e oferecem dicas sobre como reproduzir os itens do menu do Shake Shack em casa. Na verdade, não acho que você possa replicar totalmente um hambúrguer SmokeShack ou Shack Attack Concrete em casa, uma vez que tanto depende da aquisição de ingredientes de fornecedores específicos. Depois de comprar os cachorros-quentes Rick’s Picks e Vienna Beef e moer duas vezes o peito, o chuck e a costela necessários para fazer seus hambúrgueres de carne, provavelmente será melhor gastar os US $ 7 para que o Shake Shack prepare para você. Ainda assim, como uma forma de puxar a cortina para revelar o método de sucesso do restaurante, o livro é uma leitura divertida (há uma receita particularmente promissora para chalotas fritas marinadas com cerveja).

Talvez a receita mais prática do livro seja sua versão caseira para o ShackSauce. O que se segue é a receita para aquele molho incrível para todos os fins, com qualquer coisa, que é espalhado sobre os hambúrgueres do Shake Shack. A chave para a eficácia deste molho é a sua versatilidade e é versátil porque é, francamente, difícil de descrever. Pelo menos com o Molho Secreto do McDonald’s, você pode dizer que é molho Thousand Island ou que o Molho Horsey da Arby’s é uma maionese de raiz-forte. Mas com ShackSauce, tem gosto de ... eu acho, molho? Mais especificamente, uma pasta rosada saborosa que vai bem com alimentos salgados? Vou colocar desta forma: se eu tiver um pedaço de carne simples ou batata frita e este molho estiver ao alcance do braço, haverá mergulho.


Shake Shack revelou a receita do molho de queijo para que você possa colocá-lo em tudo

Muitos restaurantes estão lançando suas receitas icônicas ao público, embora alguns ainda sejam extremamente secretos sobre seus molhos. Molho Big Mac do McDonald's e molho Chick-fil-A são alguns dos segredos mais bem guardados da indústria, mas o Shake Shack não tem problemas em oferecer seu molho de queijo que combinaria muito bem com, bem, quase tudo!

Nossa nova série de culinária, Shake Shack at Your Shack, está aqui! Em nosso primeiro episódio, nosso Diretor de Culinária está ensinando como fazer nosso clássico molho de queijo em casa. Confie em nós. você e rsquoll querem regar este favorito dos fãs em tudo! #ShakeShack #AtYourShack pic.twitter.com/yNqmRdXMOI

& mdash SHAKE SHACK (@shakeshack) 11 de maio de 2020

A rede de hambúrgueres postou um vídeo tutorial em suas plataformas de Twitter e Facebook que mostra um tutorial passo a passo de como fazer o molho. Para recriá-lo inteiramente, você precisará de queijo americano, queijo cheddar, óleo de canola, vinagre de vinho branco, jalape & ntildeo, cebola, sal, pimenta em grão, creme de leite e vinho branco.

Como a maioria das receitas imitadoras que estão sendo lançadas, sempre pode haver alguma substituição e improvisação feita aqui e ali se você ainda não tiver os ingredientes dispostos em sua casa. Para esta receita, parece que os principais ingredientes foram os queijos, natas, vinagre e cebola.

Se estiver usando a lista completa de ingredientes, comece untando uma panela com óleo de canola, depois refogue e refogue as cebolas, jalape e ntildeo, pimenta em grão e sal. Quando as cebolas estiverem translúcidas, adicione vinagre de vinho branco e vinho branco, espere que diminuam, adicione o creme de leite, desligue o fogo e deixe todos os ingredientes em infusão por cerca de 30 minutos.

A partir daí, você coará o creme para separá-lo dos ingredientes sólidos, coloque-o de volta na panela e leve à fervura leve antes de bater nos queijos. O produto final é aquele molho cremoso de queijo que você adora para molhar suas batatas fritas com sua refeição Shake Shack, então parece que vou colocar isso em tudo nas próximas semanas. Não ligue para mim!


O Shackburger é a carne mais gordurosa e fresca

O elemento mais essencial do Shackburger do Shake Shack é, claro, a própria carne. O Shake Shack usa apenas a melhor carne, proveniente da Pat LaFrieda Meat Purveyors. Segundo Mark Rosati, diretor de culinária da rede de hambúrgueres, o fator mais importante na seleção da carne é o teor de gordura. Como Samin Nosrat escreve em seu livro, Calor de sal e ácido graxo, a gordura confere sabor a qualquer prato, por isso é um fator importante no desenvolvimento de carnes com sabor robusto.

"Estamos procurando um bom conteúdo de gordura", disse Rosati em um vídeo de instrução para Business Insider. "Para nós, isso é algo em torno de 20/80. 20% de gordura a 80% magra. Se você realmente quer algo incrível, vá um pouco mais alto - cerca de 22% de gordura."

De acordo com Epicurioso, A proporção exata do Shake Shack é mantida em segredo, assim como o corte específico de carne a partir do qual o Shackburger é formado. Mas o CEO da Shake Shack, Randy Garutti, confirmou Comida HOJE que os hambúrgueres de sua empresa "não contêm hormônios, nem antibióticos, músculos inteiros. 100% de carne bovina" (via YouTube).


Avaliações

Delicioso e fácil de fazer

A única reclamação é que não fiz mais. Este é o molho de estilo de restaurante e tão gostoso. Para o suco de picles, usei endro inteiro e ficou perfeito. Meu namorado ADOROU. Obrigada!

Fiz como está escrito e todos adoraram. Adicionou um sabor agradável aos nossos hambúrgueres e eu farei de novo! É fácil de fazer, o suco de picles picante foi fácil de encontrar e todos nós sentimos que ele enriqueceu um cheeseburger simples. Ele também fica bem.

Olá! Eu sou do Brasil e não é fácil encontrar suco de picles por aqui! Posso substituir o pepino rilish?

Esta é uma receita muito fácil e saborosa. Usei apenas suco de picles comum e dobrei a receita. Vou mais que dobrar a receita da próxima vez. Excelente em sanduíches, hambúrgueres, cachorros-quentes, molhos vegetarianos.

Todas as principais empresas produtoras de picles oferecem picles quentes e picantes. ou pelo menos a maioria!

Fácil de preparar, saboroso e um acompanhamento muito bom para hambúrgueres. Usei-o para nossos hambúrgueres de peru preocupados com a saúde na noite passada e este molho colocou-o por cima. Sempre temos picles Bubbies em nossa geladeira, então o tipo de salmoura do suco de picles picante é o que eu usei, e acredito que o autor da receita estava fazendo referência a algo semelhante (ao contrário do à base de vinagre). Além disso, não tinha nada além de mostarda dijon suave e acho que funcionou bem. Seguimos a sugestão para os pãezinhos de batata com manteiga no estilo Shake Shack e, bem, não é de admirar que eles tenham feito quase US $ 100 milhões em vendas domésticas. (Veja o artigo Epicurious para a história do Shake Shack.) Raramente usamos carne moída por razões óbvias, então desenvolvi um perfil de gosto vencedor para peru escuro e sem graça. A 2 libras de peru escuro moído, adiciono 1 cebola roxa pequena picada (cerca de 2 pol. De diâmetro), cogumelo portobello picado (cerca de 1 xícara adiciona umidade para evitar que o hambúrguer seque), 3 colheres de sopa de orégano FRESCO picado, S P a gosto. Misture cuidadosamente, dê forma, relaxe, aproveite.

Parece tão gostoso para hambúrgueres. Eu acredito que isso significa o suco de pickles do pote de pickles. Sempre guardo o suco de picles e adiciono-o a molhos e saladas de atum ou frango.


Preparação

Para nossa mistura de sal e pimenta:

Em uma tigela pequena, misture o sal kosher com os hambúrgueres de pimenta enquanto cozinham. Deixou de lado.

Para o não exatamente nosso ShackSauce:

Em uma tigela pequena, misture todos os ingredientes e mexa bem. Deixou de lado.

Para o ShackBurger:

Aqueça uma frigideira de ferro fundido em fogo médio-baixo até aquecer. Enquanto isso, abra os pães de hambúrguer e pincele o interior com a manteiga derretida. Uma escova macia é útil aqui. Coloque os pães com a manteiga voltada para baixo na frigideira e torrar até dourar, 2 a 3 minutos. Transfira os pães para um prato. Coloque o molho no pão de cima. Adicione um pedaço de alface e duas rodelas de tomate.

Aumente o fogo para médio e aqueça a frigideira até ficar bem quente, 2 a 3 minutos.

Polvilhe uniformemente uma pitada de nossa mistura de sal e pimenta em cima de cada disco de carne.

Coloque os discos na grelha, com o lado temperado para baixo. Usando uma espátula de metal grande e resistente, amasse firmemente cada disco em um hambúrguer redondo de 1/3 de polegada de espessura. Pressionar a espátula com outra espátula dura ajuda a achatar o hambúrguer rapidamente. Polvilhe uniformemente outra grande pitada de nossa mistura de sal e pimenta.

Cozinhe os hambúrgueres, resistindo ao impulso de movê-los, até que as bordas abaixo estejam marrons e crocantes e os sucos na superfície estejam borbulhando quentes, cerca de 2 minutos e meio. Deslize uma das espátulas por baixo do hambúrguer para soltá-lo da frigideira e raspe a crosta caramelizada e marrom. Use a outra espátula para firmar o hambúrguer e evitar que escorregue. Vire os hambúrgueres. Coloque o queijo por cima e cozinhe os hambúrgueres por mais 1 minuto para o meio. Cozinhe mais ou menos dependendo de sua preferência.


Torrada francesa de morango e croissant com creme para o seu brunch de fim de semana

Aqueles com um olho criativo sabem em primeira mão que a inspiração está ao nosso redor. Esteja você energizado pelos tons de terra da natureza, um passeio cheio de cores pelo mercado de um fazendeiro local ou até mesmo por uma rápida rolagem pelo Instagram, você nunca sabe o que pode despertar um novo projeto criativo.

No espírito de inspirar sua próxima obra-prima, estamos entusiasmados com a parceria com o Bounty para alimentar a próxima geração de artistas e designers lançando um concurso nacional de design. Estamos convocando os designers gráficos para ter a chance de ver seu trabalho apresentado em uma nova coleção de toalhas de papel Brit + Co e Bounty, com lançamento previsto para 2022.

Além da incrível exposição de ter suas ilustrações em toalhas de papel que estarão nas lojas por toda a América no próximo ano, você também receberá $5,000 para a sua arte uma bolsa de estudos para Self made, nosso acelerador de empreendedorismo de 10 semanas para levar sua carreira de design para o próximo nível (avaliada em US $ 2.000) e um recurso autônomo na Brit + Co destacando sua arte como criador.

O Competição de Design Criativamente Você será lançado na sexta-feira, 21 de maio de 2021 e aceitará inscrições até segunda-feira, 7 de junho de 2021.

APLIQUE AGORA

Quem deve se inscrever: Designers gráficos e ilustradores que identificam mulheres. (Devido a limitações médias, atualmente não estamos aceitando inscrições de projetos de fotógrafos ou pintores.)

O que procuramos: Impressão digital e designs de padrões que refletem sua estética de design. Pense otimista, esperançoso, brilhante - algo que você gostaria de ver dentro de sua casa.

Como entrar: Inscreva-se aqui, em que você será solicitado a enviar 2x os arquivos do projeto original dos quais possui os direitos para consideração. Os formatos de arquivo aceitáveis ​​incluem: .PNG, .JPG, .GIF, .SVG, .PSD e .TIFF. Tamanho máximo do arquivo 5 GB. Também perguntaremos sobre sua inspiração de design e suas informações pessoais para que possamos manter contato.

Processo de seleção do artista: Os painelistas das equipes de criação da Brit + Co e da P & ampG Bounty julgarão as inscrições e selecionarão 50 finalistas em 11 de junho de 2021, que receberão uma bolsa de estudos Selfmade para nossa sessão de verão de 2021. Em seguida, até 8 artistas serão selecionados entre os finalistas e notificados em 18 de junho de 2021. Os designers escolhidos serão anunciados publicamente em 2022, antes do lançamento do produto.

Para quaisquer perguntas pendentes sobre o concurso, consulte nosso página principal da competição. Boa sorte e feliz criação!


Eu sou Todd Wilbur, Hacker de comida crônica

Por 30 anos, tenho desconstruído os alimentos de marca mais icônicos da América para fazer as melhores receitas de clones originais para você usar em casa. Bem-vindo ao meu laboratório.

Inclui oito (8) receitas de 79 ¢ à sua escolha todos os meses!

($ 23,88 anualmente) *
Economize $ 12 em comparação ao mês

Inclui oito (8) receitas de 79 ¢ à sua escolha todos os meses!

Nunca pensei que pãezinhos fossem algo com que pudesse ficar animado até que coloquei a mão no cesto de pão no Texas Roadhouse. Os pãezinhos acabam de sair do forno e chegam à mesa quando você faz isso, então não há espera para se rasgar em um pão doce magnificamente pegajoso coberto com manteiga de canela macia. A primeira mordida que você der fará você pensar em um pãozinho de canela fresco, e então você não conseguirá parar de comê-lo. E quando o primeiro lançamento acaba, você fica impotente para resistir a agarrar apenas mais um. Mas nunca é apenas mais um. São mais dois ou três, mais alguns extras para levar para casa amanhã.

Descobrir o segredo para fazer em casa pãezinhos com gosto tão bom quanto os reais envolveu fazer vários lotes de massa, cada um mais doce que o anterior (adoçado com açúcar, não mel - eu verifiquei), até um lote bem pegajoso, à prova de 2 horas, produziu exatamente o que eu estava procurando. Você pode fazer a massa com uma batedeira ou de mão, a única diferença é que você deve amassar a massa com as mãos, sem batedeira. Ao trabalhar com a massa adicione um pouco de farinha de cada vez para evitar que grude, e saiba que a massa ficará menos pegajosa e mais trabalhável após a primeira levedura.

Abra a massa e meça conforme especificado aqui, e depois de uma prova final e um assado rápido - além de uma pincelada generosa de manteiga nas pontas - você produzirá pãezinhos que parecem e têm gosto dos melhores pãezinhos que já provei qualquer cadeia de jantares americana famosa.

Conseguir uma mesa no restaurante Rao's original de 123 anos de idade na cidade de Nova York é quase impossível. As mesas são "propriedade" de clientes regulares que programam suas refeições com meses de antecedência, então todas as mesas ficam cheias todas as noites, e tem sido assim nos últimos 38 anos. A única maneira de um estranho conseguir provar o molho marinara fresco do restaurante é sendo convidado por um cliente regular.

Se isso não estiver nas estrelas para você, você pode comprar uma garrafa do molho em seu mercado local (se eles tiverem). Não será fresco e provavelmente será o molho mais caro da loja, mas ainda tem aquele sabor maravilhoso de Rao. Uma solução ainda melhor é copiar o molho para você usando este novo e muito fácil hack.

O atual coproprietário da Rao's, Frank Pellegrino Jr., disse bom apetite em 2015 que o famoso molho marinara foi criado por sua avó há muitos anos, e o molho que você compra nas lojas é a mesma receita servida em seus restaurantes. Os ingredientes são comuns, mas escolher corretamente o ingrediente principal - tomates - é importante. Tente encontrar tomates em lata inteiros no estilo San Marzano, de preferência da Itália. Eles são um pouco mais caros do que os tomates enlatados típicos, mas vão lhe dar um ótimo molho.

Após 30 minutos de cozimento, você vai acabar com aproximadamente a mesma quantidade de molho que em uma grande jarra de comida real. Sua versão provavelmente será um pouco mais brilhante e melhor do que a engarrafada, graças aos ingredientes frescos. Mas agora você pode comer quando quiser, sem reservas, em uma mesa vocês ter.

Você também pode gostar da minha receita nº 1 de 2019, Texas Roadhouse Rolls.

Para obter o seu Frango Extra Crispy tão crocante, o KFC põe o frango duas vezes. Este empanado duplo dá ao frango seu exterior ultra crocante e crocante extra, que é uma textura diferente do menos crocante Receita de Frango Original que é empanado apenas uma vez e frito sob pressão.

Tal como acontece com meu hack KFC Original Recipe, devemos primeiro salmoura o frango para dar-lhe sabor e umidade por completo, como a coisa real, então o frango é à milanesa e frito até dourar. O KFC usa galinhas pequenas que cozinham mais rápido, mas galinhas pequenas podem ser difíceis de encontrar. Se suas partes de frango forem grandes, elas podem não cozinhar até o fim nos 12 a 15 minutos de fritura que estou especificando aqui. Para ter certeza de que o frango está cozido, comece a fritar com os pedaços mais grossos, como os peitos, e coloque-os no forno a 300 graus enquanto termina com os pedaços menores. Isso manterá o frango quente e crocante e, mais importante, garantirá que ele esteja perfeitamente cozido.

No meu programa CMT Receita secreta Conversei com Winston Shelton, um amigo de longa data do fundador do KFC Harland Sanders. Winston viu a receita secreta escrita à mão do Coronel para o frango Receita Original e me disse que um dos ingredientes secretos é pimenta preta Tellicherry. É uma pimenta-do-reino mais cara e de melhor sabor, que vem da costa do Malabar, na Índia, e você deve usá-la aqui se puder encontrar. Winston me puxou de lado e sussurrou esse segredo para mim quando pensou que estávamos fora das câmeras, mas nossos microfones e câmeras muito alertas captaram a coisa toda e nós colocamos no ar.

Eu publiquei este hack pela primeira vez em Ainda mais receitas secretas, mas recentemente apliquei alguns segredos e dicas recém-adquiridos para fazer esta versão muito melhorada de uma das receitas de frango frito mais conhecidas do mundo.

Esta receita foi a nossa 2ª receita mais popular em 2019. Confira as outras quatro receitas mais desbloqueadas do ano: Texas Roadhouse Rolls (nº 1), Olive Garden Braised Beef Bolognese (nº 3), Pizzeria Uno Chicago Deep Dish Pizza (nº 4) ), Feijão Assado Estilo Country de Bush (# 5).

Esta versão reduzida de 220 unidades do P.F. O Chang’s China Bistro é voltado para o público do almoço com um menu menor que inclui caixas de bento, tigelas e pequenos pratos. O mais vendido no menu é o frango com laranja, que, devo dizer, é um frango com laranja muito bom. Obviamente, um clone é necessário para este, stat.

O nome “Wei Better Orange Chicken” é uma chamada competitiva ao frango com laranja exclusivo do Panda Express, que é feito com frango pré-empanado e congelado. Pei Wei afirma que seu frango com laranja é preparado todos os dias do zero, com frango que nunca é congelado, então, criaremos nosso clone da mesma maneira. Mas, em vez de montar o prato em uma wok sobre um fogão rápido de alta chama como eles fazem no restaurante, vamos preparar o molho e o frango separadamente e, em seguida, misturá-los com fatias de laranja frescas antes de servir.

Já agora, este prato vai muito bem com arroz branco ou castanho, por isso não se esqueça de fazer.

Elaborar um clone da Lasagna Classico com assinatura do Olive Garden tornou-se a oportunidade perfeita para criar uma bela receita de lasanha em várias camadas que usa toda a caixa de macarrão de lasanha e enche a assadeira até o topo. Esta receita secreta faz uma lasanha que pesa quase 5 quilos na balança e alimenta bocas famintas por dias, com todas as deliciosas camadas copiadas diretamente do original Olive Garden cuidadosamente dissecado.

Encontrei algumas informações confiáveis ​​em um vídeo de um chef do Olive Garden demonstrando o que ele afirma ser a fórmula real em um noticiário do meio-dia, mas a receita foi abreviada para a TV e o chef deixou de fora algumas informações cruciais. Um ingrediente que ele visivelmente deixou de fora da receita é a camada secreta de queijo Cheddar localizada perto do meio da pilha. Eu não esperava encontrar Cheddar na lasanha, mas quando separei cuidadosamente as camadas de várias porções do prato original, havia a bondade de queijo derretido dourado em cada fatia.

Esta receita de clone fará o suficiente para 8 porções grandes, mas se você fizer fatias um pouco menores, este alimento é facilmente suficiente para encher doze barrigas que adoram lasanha. Se você gosta de lasanha, vai adorar essa versão.

Navegue por minhas outras receitas de clones do Olive Garden aqui.

Ombro de porco refogado e desfiado é um alimento básico da culinária mexicana que Chipotle prepara com uma mistura simples de sabores e um ingrediente surpreendente que você pode não esperar: bagas de zimbro. Depois de rastreá-los (são fáceis de encontrar online), os frutos são combinados com tomilho e folhas de louro em um líquido refogado que transformará sua própria carne de porco assada em algo bonito que pode ser triturado em menos de 3 horas. Depois, você pode usar suas carnitas recém-clonadas em tacos, em burritos ou em uma tigela com arroz e feijão, como fazem no restaurante.

Ao escolher o seu porco assado, tente encontrar um sem muita gordura. Se o assado tiver uma camada grossa de gordura, retire o excesso. Você quer um pouco de gordura no líquido para refogar, mas se a tampa de gordura for muito grossa, ela pode não se desintegrar totalmente e você obterá pedaços de gordura no pedaço.

Freqüentemente, presume-se que a bunda de porco é da parte de trás do porco, embora os cortes da região de trás já tenham um nome: presunto. A bunda de porco, também conhecida como bunda de Boston, é cortada da outra extremidade, a parte superior do ombro do porco. É chamado de "butt" porque na pré-guerra revolucionária da Nova Inglaterra os assados ​​eram armazenados e transportados em barris chamados de "butts", e o nome confuso pegou.

Um alimento básico popular em qualquer rede chinesa é o arroz frito, então é melhor que seja bom, e a versão servida no Panda Express com certeza é. Aqui está um hack fácil quando você precisa de um lado sem estresse e de baixo custo para suas entradas. Mas eu sugiro que você cozinhe o arroz branco várias horas ou até um ou dois dias antes de planejar fazer o prato pronto. Descobri que o arroz cozido indicado nesta receita funciona melhor quando está frio.

Quanto ao atalho, ervilhas e cenouras congeladas ensacadas evitarão o incômodo de fazer pequenas cenouras em cubos, já que as cenouras nesses sacos têm o tamanho perfeito para produzir um clone idêntico. E já estão cozidos.

Agora, que tal um pouco de camarão com nozes e mel ou carne de boi para acompanhar aquele arroz? Encontre todas as minhas receitas de cópia do Panda Express aqui.

“Não chame de batata frita”, diz KFC sobre seu popular acompanhamento feito com batatas torradas em fatias e sem pele. O que diferencia essas batatas de todas as outras é o empanado secreto feito com uma mistura de temperos semelhante à usada para o frango frito da receita original do Coronel. Para obter a crocância adequada, as batatas são fritas parcialmente, congeladas e, em seguida, fritas novamente até dourar.

Um ingrediente importante que completa o sabor é o MSG. O glutamato monossódico é um aditivo alimentar derivado do ácido glutâmico, que é um aminoácido importante encontrado em abundância na natureza, nos alimentos e em você agora. Nos últimos 60 anos de estudo e uso, o MSG não só foi considerado inofensivo em quantidades normais, mas testes mostraram que o glutamato é um mensageiro químico que beneficia a saúde intestinal, imunidade e funções cerebrais, como memória e aprendizado. Além de tudo isso, transmite um sabor único que realça os sabores de outros ingredientes e torna sua comida um sabor incrível. Usar MSG em sua comida é, literalmente, cozinhar inteligente.

Outro ingrediente importante é a pimenta preta Tellicherry moída, uma pimenta preta selecionada da Índia. Winston Shelton, um amigo de Harland Sanders que inventou as primeiras fritadeiras de pressão de alto volume para KFC, confirmou isso. Shelton se lembra de ter visto o ingrediente quando Sanders lhe mostrou a fórmula secreta do tempero para frango frito que ele rabiscou em um pedaço de papel.

Enquanto gravávamos o primeiro episódio do meu programa de TV, Receita secreta, Winston me puxou de lado e sussurrou para mim que a pimenta Tellicherry é crucial para criar o sabor residual exclusivo do KFC. Foi uma ótima dica e, felizmente, capturamos esse momento com as câmeras e você pode ver no programa. Mais tarde, conduzi um teste de degustação lado a lado com pimenta preta comum e pimenta preta Tellicherry e descobri que Winston estava certo. Se quiser o melhor sabor para o seu clone, você precisará da pimenta Tellicherry, que pode ser encontrada online e em algumas lojas de alimentos. Certifique-se de moê-lo bem antes de usá-lo.

Para esta receita, apenas duas batatas russet são suficientes para fazer o equivalente a uma grande porção de rodelas de batata frita, o que será suficiente para pelo menos quatro pessoas.

Mais de um século atrás, Detroit, Michigan, tornou-se a capital mundial do chili dog de Coney Island, embora Coney Island não esteja nem perto de lá. Imigrantes gregos que entraram nos EUA pela Ilha de Ellis adaptaram uma receita para os cachorros-quentes que comeram enquanto visitavam Coney Island, em Nova York, a caminho do Meio-Oeste. Quando se estabeleceram no sul de Michigan, muitos abriram restaurantes para vender seus clones da comida que comeram quando chegaram à América, transformando o Coney Dogs, ao estilo de Nova York, em um fenômeno do meio-oeste.

Dois dos restaurantes mais famosos de Coney Island em Detroit são o Lafayette Coney Island e seu vizinho, American Coney Island. Os dois prédios eram originalmente um prédio com um único restaurante dentro, construído pelos irmãos Gus e Bill Keros em 1915. Mas em algum lugar ao longo do caminho os irmãos tiveram uma briga e dividiram o restaurante ao meio, bem no meio, e ficou assim caminho. Hoje, os dois restaurantes de Coney Island são de propriedade diferente, mas ainda são rivais.

Decidi que o melhor Coney Dog para hackear é o da Coney Island americana, não apenas por causa da profunda história do restaurante, mas também porque pude pedir que os chili dogs fossem enviados para minha casa em um kit. Isso é sempre uma boa notícia, já que os alimentos enviados devem listar os ingredientes, e eu posso ver exatamente o que há no chili. Construído da maneira tradicional, um chili dog típico de Detroit Coney Island apresenta um cachorro-quente com casca natural em um pão branco macio, coberto com molho de pimenta, regado com mostarda e coberto com uma pilha de cebola doce em cubos. O kit veio com tudo de que eu precisava, incluindo o pote de chili com ingredientes claramente rotulados com que eu contava.

Com a ajuda dessas informações, consegui criar um molho de pimenta espesso e saboroso que você pode usar em seus cachorros-quentes favoritos para fazer um clone delicioso. Os biscoitos de soda esmagados engrossam o pimentão, e a gordura extra da carne adiciona uma qualidade suave que imita a famosa receita centenária.

O chili deve ferver por quatro horas para amaciar adequadamente a carne, então planeje sua aventura de clonagem de cachorro Coney de acordo.

E agora, se você deseja batatas fritas, experimente a minha receita de imitação do Mcdonald's Fries aqui.

Por muitos anos, esta entrada tem sido uma escolha de menu principal no Maggiano's, a rede italiana de 54 unidades da Brinker, a mesma empresa que opera o Chili's Grill & amp Bar. O prato do restaurante de US $ 30 consiste em três bifes de lombo de 60 gramas, nadando em um fantástico molho de creme balsâmico com cogumelos portobello fatiados - mas uma versão caseira do prato exclusivo está a apenas sete passos fáceis de distância, e não vai te acertar na carteira tão difícil quanto o original caro.

Quebrar este prato exigiu um corte perfeito do molho, e isso veio rapidamente depois de obter algumas informações muito confiáveis ​​do meu servidor / informante incrivelmente útil em um Las Vegas Maggiano's. Vamos chamá-lo de Skippy.

De acordo com Skippy, o molho de creme balsâmico é tão simples quanto misturar um esmalte balsâmico doce com o molho alfredo cremoso da rede. Então, primeiro peguei uma amostra do molho Alfredo de Maggiano e descobri como replicá-lo. Feito isso, medi incrementos de esmalte balsâmico no molho alfredo até que a cor e o sabor combinassem com o original. O resto da receita foi fácil.

Esta receita fará duas porções do prato e inclui o preparo dos filés e do molho. Se você gostaria de completar o prato da forma como é servido no restaurante (como na foto), adicione um pouco de purê de batata com alho ao lado, usando meu hack para Olive Garden Garlic Purê de Batata.

Samuel Bath Thomas imigrou da Inglaterra para a cidade de Nova York e abriu sua primeira padaria lá em 1880. Foi lá que Thomas criou o pão na frigideira que um dia se tornaria o famoso muffins conhecido por sua textura áspera quando dividido ao meio. Este hack para os muffins ingleses da Thomas usa um processo especial de amassamento para dar aos muffins os "cantos e fendas" pelos quais são famosos, criando crateras no pão acabado para segurar melhor a manteiga derretida e a geléia.

Já vi várias receitas que pretendem recriar esses muffins, mas nenhuma produz as grandes bolsas de ar que um clone adequado requer, além de ótimo sabor e um interior perfeitamente cozido. Para garantir cantos, fendas e muffins bem cozidos, incluí algumas etapas importantes.

A massa que você vai fazer aqui é como uma massa de ciabatta por estar muito úmida. Portanto, em vez de amassar a massa, você a estica e dobra várias vezes sobre uma superfície bem untada com óleo. Então, quando a massa dividida em porções tiver endurecido nas assadeiras por mais 1½ a 2 horas, você asse os muffins.

Depois de assados, os muffins são cozidos em uma frigideira ou em uma frigideira até ficarem dourados dos dois lados e, então, devem esfriar. Esta é a parte mais difícil. Os muffins ficarão macios demais para abrir por pelo menos quatro horas, e agora você tem que lutar contra a tentação de comê-los. É difícil, eu sei. Os muffins cheiram muito bem e você esperou todo esse tempo, mas resista por enquanto e sua paciência será recompensada.

When the muffins have had their rest, split them with a fork and toast them as you would any English muffin.

Check out all my top secret recipes for famous bread here.

I’m not sure when it happened, but it appears Taco Bell recently changed its seasoned beef recipe. I hacked the recipe several years ago for the book TSR Step-by-Step, and I recall the recipe had much more oat filler, so that’s how I cloned it. Taco Bell came under fire in 2011 for the significant amount of oats in the recipe that the chain was listing as “spices,” and after that, Taco Bell was more transparent about ingredients. But somewhere along the way it appears the company tweaked the recipe to include less filler and more flavor, so I decided I had to create a new Top Secret Recipe for the beef.

This recipe makes a duplicate of the beef currently served at Taco Bell. If you want to turn it into a Chalupa—which the restaurant makes by deep frying the flatbread used for Gorditas—the instructions are here. But you can also use this new, improved beef hack for anything you’re copying, whether it's tacos, burritos, Enchiritos, Mexican Pizzas, or a big pile of nachos.

The secret ingredient in our hack is Knorr tomato bouillon. This flavor powder adds many ingredients found in the original recipe and provides the umami savoriness that’s required for a spot-on clone of the famous seasoned ground beef. To get the right flavor, you need to find "Knorr Tomato Bouillon with Chicken Flavor" powder, in a jar. Not the bouillon cubes.

Smother your creation in mild, hot or diablo sauce. Try all my Taco Bell copycat recipes here.

A recipe for Portuguese sweet bread inspired the soft rolls that became a big hit at Robert Tiara's Bakery & Restaurant in Honolulu, Hawaii in the 1950s. It wasn’t long before Robert changed the name of his thriving business to King’s Hawaiian, and in 1977 the company opened its first bakery on the mainland, in Torrance, California, to make the now-famous island sweet rolls sold in stores across the U.S.

King’s Hawaiian Rolls are similar to Texas Roadhouse Rolls in that they are both pillowy, sweet white rolls, so it made sense to dig out my Texas Roadhouse Rolls clone recipe and use it as a starting point. These new rolls had to be slightly softer and sweeter, so I made some adjustments and added a little egg for color. And by baking the dough in a high-rimmed baking pan with 24 dough balls placed snugly together, I ended up with beautiful rolls that rose nicely to the occasion, forming a tear-apart loaf just like the original, but with clean ingredients, and without the dough conditioners found in the packaged rolls.

Use these fluffy sweet rolls for sandwiches, sliders, or simply warmed up and slathered with soft European butter.

This recipe was our #3 most popular in 2020. Check out the other four most unlocked recipes for the year: Rao's Homemade Marinara Sauce (#1), Olive Garden Lasagna Classico (#2), Pei Wei Better Orange Chicken (#4), Chipotle Mexican Grill Carnitas (#5).

A requirement of any visit to Chicago is eating at least one slice of deep dish pizza in the city that perfected it. Deep dish pizza quickly became a Chicago staple after Ike Sewell and Ric Riccardo opened the first Pizzeria Uno in 1943 and served a hearty new style of pizza constructed in a high-rimmed cake pan. The yeast crust was tender and flakey, like a pastry, and the cheese was layered under the sauce so that it wouldn’t burn in a hot oven for the long cooking time.

While researching a home hack of this now-iconic recipe, I discovered an unexpected technique that I hadn’t seen in other deep dish recipes. Employees told me the pizza crusts are partially cooked each morning to cut down on the wait time for customers. Before the restaurant opens each day, cooks press the dough into a pan and then sprinkle it with a little shredded cheese. The shells are then partially baked and set aside. Later, when an order comes in, the pizza is built into one of the par-baked crusts and finished off. This way customers get their food faster, and the tables turn over quicker.

Copying that delicious, flakey crust was the task that took me the longest. After two weeks of baking, I finally settled on a formula that was a mash-up of yeast dough and pie crust and made a perfectly tender deep dish crust, with great flavor that exactly mimicked the original. If you like Uno, you will love this.

Regarding the cheese: be sure your cheese is at room temperature, not cold, or it may not melt all the way through. Also, it’s best if you buy cheese by the block and shred it yourself. Pre-shredded cheese is dusted with cornstarch so that the shreds don’t stick together in the bag, and it won’t melt as smoothly as cheese you shred by hand.

This recipe will make enough sauce for two pizzas. I just thought you should know that in case you get the urge to make another deep dish after this one disappears.

This recipe was our #4 most popular in 2019. Check out the other four most unlocked recipes of the year: Texas Roadhouse Rolls (#1) KFC Extra Crispy Fried Chicken (#2), Olive Garden Braised Beef Bolognese (#3), Bush's Country Style Baked Beans (#5).

In the Bush’s Beans commercials, Duke, the family golden retriever, wants to sell the secret family recipe, but the Bush family always stops him. The dog is based on the Bush family’s real-life golden retriever, and the campaign, which began in 1995, made Bush’s the big dog of the canned baked beans market practically overnight. Their confidential baked beans formula is considered one of the top 10 biggest recipe secrets in the U.S.

Bush Brothers & Company had been canning a variety of fruits and vegetables for over 60 years when, in 1969, the company created canned baked beans using a cherished recipe from a family matriarch. Sales jumped from 10 thousand cases in the first year to over 100 thousand cases in 1970. And just one year later sales hit a million cases. Today Bush’s makes over 80 percent of the canned baked beans sold in the U.S., and the secret family recipe remains a top food secret, despite Duke’s attempts. A replica of the original recipe book—without the original recipe in it (drat!)—is on display at the company's visitor center in Chestnut Hill, Tennessee.

I chose to hack the “Country Style” version of Bush’s Beans because I don’t think the Original flavor has enough, uh, flavor. Country Style is similar to Original, but richer, with more brown sugar. The recipe starts by soaking dry small white beans in a brine overnight. The salt in the water helps to soften the skins, but don’t soak them for more than 14 hours or the skins may begin to fall off.

My first versions tasted great but lacked the deep brown color of the real Bush’s beans, which include caramel coloring—an ingredient that can be hard to find on its own. I eventually discovered that the “browning” sauce, Kitchen Bouquet, will add the dark caramel color needed to our home version of the beans so that they’ll look just like the real thing.

This recipe was our #5 most popular in 2019. Check out the other four most unlocked recipes of the year: Texas Roadhouse Rolls (#1) KFC Extra Crispy Fried Chicken (#2), Olive Garden Braised Beef Bolognese (#3), Pizzeria Uno Chicago Deep Dish Pizza (#4).

Here’s a hack that might help when you feel like doing something special with those steaks in the fridge. Or maybe you have salmon fillets in there? Doesn’t matter, this recipe works great on both. And it also makes a great pasta sauce.

The secret Toowoomba sauce is a variation on alfredo sauce that Outback served over pasta at one time. These days the sauce is only used to top steak and salmon at the restaurant, but you can also use it on just about any type of pasta.

In my early batches of the sauce, I noticed that if the shrimp are added at the beginning they get too tough. To solve that problem, I sautéed the seasoned shrimp separately, then added them closer to the end, and they came out perfect.

Spoon this clone of the Toowoomba sauce over grilled tenderloin filets (or salmon filets) for an easy way to elevate your entrée. This recipe will make enough for four servings.

If you love Outback Steakhouse, check out my other clone recipes here.

What started as a single food cart in Madison Square Park in New York City in 2000 has become one of America's fastest-growing food chains. In 2014, Shake Shack filed for its initial public offering of stock, and shares rose by 147 percent on the first day of trading. The chain’s success can be attributed to a simple menu of great food that makes any bad day better, including juicy flat-grilled burgers, thick shakes, and creamy frozen custard.

Custard is made just like ice cream with many of the same ingredients, except custard has egg yolks in it for extra richness. Also, custards are made in ice cream machines with paddles that move slowly so minimal air is mixed in. Home ice cream makers work great for custard, and will churn out a thick, creamy finished product. Using the right ratio of cream to milk and just enough egg yolks, sugar, and vanilla, you can now make an identical hack of Shake Shack’s custard, which is great on its own or topped with syrups, fruit, and candy bits.

And don’t forget that custards taste best when they’re fresh. Shake Shack serves the custard within a couple of hours of making it, so consume your copycat custard as quickly as you can after it’s churned.

Find out how to duplicate the chain's famous Vanilla Milkshake by just adding milk using the recipe here, and re-create the juicy Shake Shake Burger with my hack here.

Menu Description: “Two lightly fried parmesan-breaded chicken breasts are smothered with Olive Garden’s homemade marinara sauce and melted Italian cheeses. We serve our Chicken Parmigiana with a side of spaghetti for dinner.”

Chicken parmigiana is a forever favorite, and it’s not a difficult dish to whip up at home. But for it to taste like the Olive Garden signature entree, we’ll need to take some very specific steps.

Olive Garden’s chicken is salty and moist all the way through, so we must first start by brining the chicken. Give yourself an extra hour for this important marinating step. The marinara sauce used on the chicken is an Olive Garden specialty and no bottled sauce compares, so we’ll make our own from scratch using canned crushed tomatoes and the formula below.

While the sauce cooks, filling your house with its intoxicating aroma, the chicken is breaded and browned. When the marinara is done, top the chicken with the sauce and mozzarella and stick it under your hot broiler until bubbling.

Hopefully, everyone at your house is hungry, because the Olive Garden dinner portion is two chicken fillets, and this recipe will yield a total of four 2-piece servings. Add a small serving of spaghetti on the side, topped with more of the delicious sauce, and you'll have a perfect match to the restaurant plate.

Can't get enough Olive Garden? Click here for more of my copycat recipes.

As you can probably guess, KFC's Extra Crispy Tenders are chicken tenderloins coated with the same delicious breading as KFC’s Extra Crispy Chicken. These tenders come in servings of two, three, six, or twelve, with your choice of dipping sauces on the side including buffalo, barbecue, and the new Finger Lickin' Good Sauce.

To duplicate these chicken fingers at home we’ll resort to a similar prep technique to the one used for the Extra Crispy Chicken: the chicken is brined for 2 hours to give it more flavor and juiciness, then the tenders are double-breaded for an extra-crunchy coating.

An important secret revealed in this breading recipe is the use of a specific type of ground black pepper. For the best clone you want to use Tellicherry black pepper, which is premium black pepper ground from mature peppercorns that have had time to develop more flavor. The unique aftertaste of KFC chicken is attributed to this special spice, so it’s worth the time to track it down.

Tellicherry black pepper costs a little more than the younger, more common black pepper, but if you want a good clone of the famous crispy fried chicken, it’s an essential ingredient. Be sure to grind the pepper fine before adding it.

Korean chicken is famous for its extra crispy coating, and Bonchon’s recipe—especially the wings—is one of the best in the world. That chain's famous formula is why there are now over 340 Bonchon outlets in nine countries, including over one hundred in the US and more planned to open here in the near future.

The biggest challenge when recreating Korean chicken wings is finding the perfect magical mixture for the batter that fries to a golden brown, and with tender crispiness that stays crunchy long after the wings have been brushed with the flavorful glaze.

I knew that a traditional double-frying technique would help create the crunchy coating we needed, but it would take some trial-and-error to determine the best time splits. The wings are par-fried, rested, then fried again until done, but just how long to give each stage was yet to be determined since every recipe I found for Korean chicken used different times and temps. Some recipes even changed the temperature between frying steps, but I found those made the recipe too difficult to manage when frying multiple batches.

I eventually settled on 350 degrees F with most of the frying done up front in the par-fry stage. A three-ingredient batter is all that’s needed for crispy golden-brown wings, and the soy garlic sauce is an easy hack that’s made quickly in your microwave oven. The spicy version is made by adding Korean red chili paste (gochujang) and Korean red pepper powder (gochugaru) to the soy garlic recipe. You can find these ingredients at Asian markets or online, and if you like your wings spicy you'll want to add these perky ingredients.

Click here for more delicious appetizer recipes.

There are many acceptable ways to formulate good queso, but to make this specific queso the ingredients must be correct, and most copycat recipes seem to get it wrong. A few recipes get one of the peppers and two of the cheeses right, but pretty much every recipe out there is a bit of a mess that I will now save you from.

Quesos can be made with a variety of cheeses that include queso fresco, asadero, and Muenster, but this particular queso includes a cheese you probably didn’t expect: Swiss. That cheese is slow to melt, so we’ll shred it first, along with the Jack. And you won't need to gum up the queso with flour or cornstarch by making a roux because the white American cheese in the mix contains sodium citrate or sodium phosphate—additives that help the cheese melt smoothly and stay that way.

Authors of recipes that call for tomatoes in this dish haven’t looked closely. Those are red bell peppers and they are roasted, peeled, and seeded along with the poblano and jalapenos before they are diced and added to the cheese sauce. The sauce cooks on low heat, never bubbling, so that it stays smooth and creamy.

When done, the queso might seem thin in the pan, but it will thicken as it cools to a perfect consistency for dipping tortilla chips, or as a topping for tacos and burrito bowls.

The Southern-themed chain famous for its gift shops filled with made-in-America products and delicious homestyle food is also known to have a particularly good meatloaf. This dish ranks high in popularity, right up there with the Chicken ‘n Dumplins and the Hash Brown Casserole, so a good hack is long overdue.

Making meatloaf is easy. What’s hard is making it taste like the meatloaf at Cracker Barrel which is tender and juicy, and flavored with onion, green pepper, and tomato. I sought to turn out a moist and tender loaf of meat, and one that’s not dry and tough, but my first attempts were much too dense. I wasn’t happy about that, but my dog was thrilled.

After playing around with the eggs-to-breadcrumbs-to-milk ratios and being careful to use gentle hands when combining everything and pressing it into the loaf pan, the final batch was a winner and I get to pass it along to you.

It's best to use a meatloaf pan here which has an insert that lets the fat drip to the bottom, away from the meat. A regular loaf pan will still work, but you’ll want to pour off the fat in the pan before slicing.

Satisfy your Cracker Barrel cravings with more of my copycat recipes here.

Like at Wendy’s, where unsold and broken burger patties provide the beef for their famous chili, Chick-fil-A gets the chicken for this delicious noodle soup by chopping up the leftover chicken used on their grilled chicken sandwiches. But grilling isn’t the first step to take when whipping up a home hack of this famous soup. First, you must brine the chicken to fill it with flavor and keep it juicy like the real thing. A couple of hours later, when the brining is done, it’s grilling go-time.

The pasta shape Chick-fil-A uses in their soup is an uncommon one, and you might have a hard time finding it at your local market. It’s called mafalda corta (upper right in the photo), which is a miniature version of the ruffled-edge malfadine pasta used in my hack for Olive Garden Beef Bolognese. It also goes by the name “mini lasagna.” If you can’t find mafalda corta (I found it online), you can instead use your favorite small fancy pasta here, such as farfalle, rotini, fusilli, or whatever looks good at the store.

Looking to make the popular Chick-fil-A Chicken Sandwich or their Mac & Cheese? Click here for more of my Chick-fil-A clone recipes.

There’s one copycat recipe for these famous biscuits that’s posted and shared more than any other, and it’s downright awful. The dough is formulated with self-rising flour, baking powder, powdered sugar, shortening, and buttermilk, and many complain that the recipe creates dough that’s much too loose and the resulting biscuits are a complete disaster. Yet there the recipe remains on blogs and boards all over the interweb for unsuspecting home cloners such as yourself to waste time on. But that won’t happen anymore, because I have made a good copycat Bojangles' buttermilk biscuits recipe that works the way it should, guaranteeing you’ll get amazing golden buttermilk biscuits that look and taste just like a trained Bojangles’ pro made them.

In addition to the obvious overuse of buttermilk, the popular recipe I found online has many problems. The author gets it right when calling for self-rising flour, which is flour containing salt and a leavening agent (aka baking powder), but why would the copycat Bojangles biscuit recipe be designed to use self-rising flour and then add additional leaving? Well, it probably wouldn’t. Biscuits are job number 1 for self-rising flour, and the leavening in there is measured for that use, so there’s no need to add more. If you were planning to add your own leavening, you’d probably start with all-purpose flour, which has no leavening in it. And let's just be clear: baking powder tastes gross, so we want to add as little as possible, not more than necessary.

It’s also important to handle the dough the same way that workers at Bojangles’ do. They make biscuits there every 20 minutes and there are plenty of YouTube videos showing the preparation technique. In a nutshell, the dough is mixed by hand (in the restaurant they use their hands because the quantity is so large, but for this recipe use a mixing spoon), then it’s folded over a few times on a floured countertop before it’s rolled out. This gentle handling of the dough prevents the gluten in the flour from toughening and adds layers, so your biscuits come out of the oven tender and flakey.

For the best results, find White Lily flour. This self-rising flour is low in gluten and makes unbelievably fluffy biscuits. If you use another self-rising brand, you’ll still get great biscuits, but the gluten level will likely be higher, the biscuits will be tougher, and you’ll probably need more buttermilk. Head down to the Tidbits below for details on that.

And I noticed another thing most copycat Bojangles biscuit recipes get wrong. For biscuits that are beautifully golden brown on the top and bottom, you’ll want to bake them on a silicone baking mat (or parchment paper) at 500 degrees F. Yes, 500 degrees. That may seem hot, but this high temp works well with self-rising flour, and in 12 to 15 minutes the biscuits will be perfectly browned.

Counterintuitively, it’s the lower temperatures that end up burning the biscuits, while the higher temperature cooks them just right. At lower temps the biscuits must stay in the oven longer to cook through, which exposes the surfaces to more heat, and they end up too dark on the outside, especially the bottom. For even better results, if you have a convection setting on your oven, use that and set the temp to 475 degrees F. Your biscuits will look like they came straight from the drive-thru.


How to Make Copycat Shake Shack Sauce

If you enjoy mayo or a cream-based sauce on your burger then you will love this copycat shake shack sauce. It is rich, creamy, savory, tangy, and oh so delicious. We enjoy adding a pinch of cayenne pepper for a bit of kick to this sauce but feel free to season to your preference.

Place all of the ingredients in a bowl and mix them together with a fork or whisk. It’s that simple.

Copycat Shake Shack Sauce Ingredients

  • 1/2 cup mayo
  • 1tbsp ketchup
  • 1 tbsp Dijon mustard
  • 1 tsp pickle brine
  • 1/2 tsp paprika
  • 1/2 tsp garlic powder
  • pinch of cayenne (optional)


Comentários:



Escreve uma mensagem